Pular para o conteúdo principal

Destaques

Mestres do Bar Bebidas Eternas: A Fascinante Jornada pelos Clássicos da Mixologia

Tenho o prazer de compartilhar o lançamento do meu primeiro livro, 'Mestres do Bar - Bebidas Eternas', agora disponível na Amazon e no Clube de Autores. Nesta obra, mergulhei a fundo no fascinante mundo dos coquetéis oficiais da IBA. Se você ama curiosidades sobre drinks, este livro é para você! Confira e embarque nessa jornada emocionante pelas origens das bebidas eternas. Mestres do Bar Bebidas Eternas: A Fascinante Jornada pelos Clássicos da Mixologia Neste envolvente livro, embarque em uma jornada fascinante pelo mundo da coquetelaria, desvendando os segredos por trás dos coquetéis clássicos consagrados pela International Bartenders Association — IBA. Descubra as receitas únicas e as histórias que as tornaram lendárias, enquanto desvenda as técnicas empregadas pelos mestres da mixologia. Com base na prestigiada lista de clássicos da associação, esta obra é o guia definitivo para entusiastas de coquetéis e bartenders profissionais que desejam aprimorar suas habilidades. Prep

Do Oakland de 1044 para o Mundo: A Lenda do Mai Tai

O Mai Tai é um coquetel que evoca imagens de praias tropicais, luais e festas temáticas havaianas. É um clássico da cultura tiki, que teve seu auge de popularidade nas décadas de 1940 e 1950, e ainda hoje é apreciado em todo o mundo.




Mas qual é a história por trás desse coquete exótico? O Mai Tai foi criado em 1944 por Victor J. Bergeron, mais conhecido como "Trader Vic". Ele era um renomado bartender e proprietário de restaurantes e bares em Oakland, Califórnia. A história mais conhecida é que Vic criou o Mai Tai em homenagem a dois amigos que o visitaram em Oakland depois de voltarem de uma viagem ao Tahiti.

Ao servir o coquetel, ele teria exclamado "Mai Tai - Roa Ae!" que, em taitiano, significa "o melhor - fora deste mundo!". Essa é a origem do nome do coquetel.

A receita original do Mai Tai consistia em rum jamaicano, rum envelhecido das Ilhas Virgens, xarope de orchata, suco de limão e um pouco de licor de laranja. O coquetel era guarnecido com um ramo de hortelã fresca e uma fatia de abacaxi.

O sucesso do Mai Tai foi imediato, e a bebida se tornou um ícone da cultura tiki. A cultura tiki era uma mistura de elementos polinésios, exotismo tropical e atmosfera descontraída, que incluía decoração com máscaras e estátuas polinésias, música havaiana e coquetéis tropicais.

O Mai Tai continua sendo um coquetel clássico muito popular, apreciado por sua combinação refrescante de sabores tropicais e pela apresentação colorida e atraente. Se você está procurando uma bebida para lembrá-lo de dias de verão e férias tropicais, o Mai Tai é a escolha perfeita. Experimente uma receita clássica ou uma variação moderna e descubra por que este coquetel é um eterno favorito.


Mai Tai
CLÁSSICOS CONTEMPORÂNEOS , COQUETEL IBA


INGREDIENTES
30 ml de rum jamaicano âmbar
30 ml de melaço da Martinica Rhum*
15 ml de Curaçao de laranja
15 ml de xarope de orchata (amêndoa)
30 ml de suco de limão fresco
7,5 ml de xarope simples

Comentários

Postagens mais visitadas